sexta-feira, 12 de dezembro de 2008

Ministros de Cristo




Assim, pois, importa que os homens nos considerem como ministros de Cristo e despenseiros dos mistérios de Deus. (1 Coríntios 4.1 )

Temos eleições de diretoria e ministérios novamente todo no mês de dezembro em nossa Igreja, alguns permanecem no serviço, outros querem mudar... Outros querem se engajar, pois observaram que estão no banco a muito tempo e é hora de contribuir...

Mas quero chamar a atenção de todos para o versículo acima que diz que importa que as pessoas nos considerem como “ministros de Cristo” a palavra no original aqui é (huperetes) que significa: 1) criado 1a) remador de baixa categoria, remador subordinado 1b) qualquer que serve com as mãos, empregados ou serventes dos magistrados, empregados que executam penalidades; dos servos de um rei, criados, acompanhantes, os soldados de um rei, dos atendentes de uma sinagoga 1b3) de alguém que ministra ou presta serviços 1c) alguém que ajuda outro em algum  trabalho.

Quando lemos a principio “ministros de Cristo” nos vem a mente titulo, honra, fama, glória, etc., quando observamos o real sentido de ser servo de Cristo temos uma grande surpresa! Ser ministro de Cristo é ser servo como o próprio Senhor o foi. “Pois o próprio Filho do Homem não veio para ser servido, mas para servir e dar a sua vida em resgate por muitos.” (Marcos 10.45). naquela época existiam navios imensos e navegavam com a força do vento (através das velas) ou através dos remadores, a palavra (huperetes) traduzida por ministro, significa o remador que ficava na parte de baixo do navio, ele não aparecia mas fazia bastante força!

BenHur

Meu desejo como Pastor desta Igreja é que existam muitos remadores e poucos faladores, muitas pessoas para trabalhar e poucos para questionar. Muitos que trabalhar sem aparecer (remador da parte baixa do navio) e poucos para advogar em causa própria.

Quantos ministérios que prometeram, falaram, questionaram tanta coisa e se fez tão pouco! Outros realizaram tantas coisas e por outro lado não fizeram alardes. Neste reinício de ministério e bem como ano novo, que seja assim: Tenha a intenção deliberada de que as pessoas possam te reconhecer como um mero remador de Cristo.


Pr Cristiano Scuciatto

Postar um comentário